Monday, October 30, 2006

Porto, Porto, Porto és a nossa glória !!!


Porto, Porto, Porto és a nossa glória !!!

F.C.Porto-3-Benfica-2

(Postiga, Quaresma, Bruno Moraes, Katsouranis, N.Gomes)

Estádio do Dragão com mais de 50 mil almas azuis e brancas no apoio à equipa Campeã. Início do jogo e o Lucho começa logo a sentir a voz forte e firme da claque Portista «Colectivo» no topo Norte do Estádio. Livre de Anderson e a 1ª vibração no Estádio, ficou a milímetros do golo. Postiga de seguida roda sobre um defesa e remata, a bola ainda toca em Lisandro e encaminha-se para o golo. Lucho levanta-se e festeja ainda antes da bola ter entrado. Era a 1ª explosão no Estádio. Pouco depois Quaresma dá mais um nó cego a Nelson e remata em arco, os meus olhos colocaram a bola no ângulo mais difícil de Quim. Fantástico golo do Harry Potter. O Estádio explodiu uma vez mais e rendeu-se à categoria do nosso Ricardo Quaresma. Lucho está eufórico, sente a equipa a dar festival, mas antevê dificuldades logo após a lesão de Anderson. O Porto sem ele não é o mesmo... E recua imenso com Meireles. Lucílio pactua com essa entrada agressiva do Grego e com as sucessivas faltas de Petit. Estava escrito que seria um jogador do Porto a levar o 1º amarelo. Intervalo e o Porto parece ter o jogo controlado. O Lucho levanta-se e aprecia a enorme multidão. Magnífico ambiente, magia azul e branca em toda a dimensão do Estádio. Lindo. Início da 2ª parte e o Benfica marca de bola parada. O Lucho fica preocupado e passa a mão pelo rosto várias vezes, as mãos suam como que antevendo o pior. Na 2ª vez que chega à baliza do Porto era a desolação completa no Dragão. Olho para todo o lado e as caras têm expressões idênticas, um sofrimento, uma desilusão tamanha que não merecíamos. Mas um Portista acredita sempre até ao fim. O Lucho observa José Veiga a provocar os associados do Porto e sente-se revoltado mas impotente. Era muito injusto que aquela criatura horrenda saísse a sorrir do Dragão. Último instante e já quando o árbitro (feliz com o resultado) se preparava para apitar. Lançamento lateral, Fucile tem a bola nas mãos, o Lucho sente que é agora ou nunca e pensa que lindo seria ver esta gente de novo aos gritos, aos saltos e pede ajuda Divina. Veiga e Vieira mereciam assim um destino cruel. A bola sai e o Lucho agita-se, o ressalto chega a Bruno Moraes e explode o Estádio. O resto é algo inacreditável, digo-vos que só na Taça Uefa naquele golo de Derlei, fiquei assim, saltei, gritei, aos saltos olhando para o relvado, olhando para trás, para o lado e vendo toda aquela gente, a minha gente, feliz, de lágrimas no rosto, uma euforia imensa, uma sensação que só quem sofre assim por este clube sabe explicar. Gritei, saltei largos minutos. Fiquei rouco. Saí feliz. O Porto ganhou. Aquela imensa multidão mereceu um final daqueles. Um final feliz. Obrigado Porto. Que orgulho ser deste clube.

P.S. O golo de Postiga foi atribuido pela Liga a Lisandro. Discutível mas aceitável.

7 comments:

bLuE bOy said...

Lucho... esse momento que descreves foi "Epopeia, foi Ilíada, foi Odisseia, Lusíadas e Ilha dos Amores em 5 Cantos, foi Mensagem e Música no Coração. Mas foi sobretudo BraveHeart e o desafio do Guerreiro em Momentos de Glória. O Mundo a Nossos Pés. Foi e é a Insustentável Leveza do Ser. Foi filme, foi épico, foi comédia, foi ópera lírica, foi fábula, conto de mil e uma noites... foi Pullitzer, Nobel, Emmy, Florbela Espanca e Shakespeare. Foi obra!"
Definitivamente... somos ALL THE BEST e mai'nada!
aKeLe aBrAçO
http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

andre said...

Ainda tou rouco, Sergio!

Loucura!

Abraço

Anonymous said...

Lucho,no que se refere ao jogo, propriamente dito, caso não tivesse saido Anderson, teriamos (tal como o fizessos até então) dado um Baile ao Benfica, ensinando-lhe como joga um campeão.


Saliento ainda, a não marcação de um penalty não assinalado a favor do FCPorto, por falta de Petit sobre Hélder Postiga. Certamente, se fosse o Nuno Gomes a cair, a história seria diferente.


Por último, refiro o gesto que José Veiga fez aos adeptos do FCPORTO (idêntico ao do Ronaldo no estádio da Luz, tão badalado e severamente punido), mostrando o nível e a classe a que esse índividuo pertence.

Grande abraço

Pedro Sousa

http://blogdoengenheiro.blogspot.com/

strike said...

excelente resultado do f.cporto........pena foi a lesão do anderson pois se não fosse os galinácios levavam para tabaco.........já agora grande (mais um )resultado dos iniciados do f.c.porto.6-0 ao pasteleira....

fcpmirandela said...

execelente jogo!! pena o Anderson.. mas a justiça tarde mas nao falha! Entramos agora numa digressão rumo á liga dos campeões e campeonato agora ninguém nos para!! força é o que é preciso!!

Zirtaev said...

1ª meia hora excelente até partirem a perna ao puto.

Um nojeira.

Um abraço.
http://portistasdebancada.blogspot.com/

Anonymous said...

quando vierem à catedral vao desaco cheio e dentro de caixoes. PORCOS!