Thursday, November 23, 2006

Matemática

Ontem, quando dava explicações a um miúdo dei por mim a reflectir no meu trajecto de vida e no sonho que tinha em criança de vir a ser professor de matemática. Os meus anos de criança e adolescente passados com os meus primos e com o meu irmão tiveram imensas tardes passadas em minha casa idealizando provas para eles responderem e, ao mesmo tempo, estudarem a matéria (principalmente matemática) que fazia parte do ano curricular de cada um. Um prazer imenso de atribuir notas e de corrigir os testes que recordei ontem, por breves instantes. Hoje, só sou professor de Matemática no meu período pós- laboral. Mas sou-o com muito prazer. Esta é a disciplina que foi sempre a minha preferida e a que mais prazer me dava estudar (contrariamente ao que se passa com a maioria dos estudantes Portugueses). O Curso que depois tirei acabou por não ser, especificamente, nessa área e daí a minha profissão actual estar mais relacionada com a Contabilidade. Mas, pelo menos indirectamente, são matérias que se cruzam. E, desta forma, ficam a saber que aqui o «Lucho», gosta mesmo muito das raízes quadradas, das inequações e das dízimas infinitas não periódicas (achei interessante a equação que aqui apresento em anexo)... E também gosta dos golos do verdadeiro Lucho. Mas isso já sabiam.

Visitem e vejam o tal anexo:)
http://www.agavelar.ccems.pt/matematica/Humor/dinheiroemulheres.htm

4 comments:

Zirtaev said...

Sonhar com matemática é mesmo um caso raro em Portugal.

Mas há sempre malucos para tudo ;-)

Um abraço.
http://www.portistasdebancada.blogspot.com//

Anonymous said...

LUCHO :

É preciso ter coragem (entre outros predicados) para se gostar de matemática.

É bem certo , portanto , que há gostos para tudo.

Admiro quem é capaz de gostar de matemática tanto como eu gosto !

PERGUNTA : GOSTO OU NÃO GOSTO DE MATEMÁTICA ?

TONY, Duque do Mucifal said...

sempre me identifiquei mais com as letras. sempre gostei viajar nas profundezas dos livros e crescer nas suas descrições. Sempre apreciei a cultura, a literatura, o cinema e a musica.

Eva said...

Aqui fica um problema Lucho: quando é que 2 + 2 são 5 ??? ;)